viver devagar | slow living

Hoje em dia muito se fala do conceito Viver Devagar ou Slow Living.

Mas o que é realmente este conceito de viver devagar ou slow living?

Ao longo dos últimos anos a aceleração tomou conta das nossas vidas. Passamos os dias a correr entre casa e trabalho, escola das crianças, supermercado e quando damos conta o dia já terminou.

Nascemos e crescemos numa sociedade que durante anos valorizou os bens, o ter. O objectivo de futuro de todos nós era estudar, ter um bom emprego, boa casa, bom carro e tudo o que conseguíssemos comprar, pois só assim percebíamos o quanto bem sucedidos seriamos.

E desta forma fomos crescendo e vivendo, a correr, a desejar sempre mais e mais, sem dar pelos dias passar, sem nos conectarmos connosco, com os outros e com o meio que nos rodeia.

Mas, felizmente o Mundo está a mudar e a consciência de todos nós também.

Durante anos fizemos de conta que acreditávamos que os recursos naturais fossem infinitos e acreditávamos que os bens que acumulávamos eram o tal indicativo de sucesso perante a sociedade e perante nós próprios.

Photo by Olia Gozha on Unsplash

Felizmente já existe uma preocupação global com o consumo, com os recursos naturais e com a nossa pegada ecológica. Cada vez mais nos preocupamos em não poluir, em consumir de forma consciente e em saber onde e como são produzidos os bens que nos chegam.

Leia também o artigo 

Então, o que é este conceito de Slow Living ou Viver Devagar?

O Slow Living é um conceito abrangente e amplo, com valores, visões e acções que vai resgatar o tempo em que se criava e em que se vivia de forma sustentável.

Este movimento busca uma relação mais ecológica e harmoniosa do ser humano consigo e com os recursos naturais, e inspira a uma vida de respeito, cooperação, partilha, responsabilidade, sustentabilidade, gratidão e mindfulness.

É uma forma de viver que sugere uma vida menos acelerada, inspirada por valores simples e reais, uma vida menos consumista e sem excessos, uma vida que busca o equilíbrio através da conexão com as pessoas, seres vivos, Natureza e connosco próprios. Uma forma de viver mais devagar, mais slow.

Uma forma de viver com a qual cada vez mais me identifico.

Guarde este artigo no Pinterest

Pode também gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *