7 dias minimalistas

Em Maio deste ano, a Cláudia Ganhão criou os 7 dias Minimalistas com o objectivo de desmistificar o conceito de Minimalismo, mas também mostrar todos os seus benefícios no nosso dia a dia.

Os 7 dias Minimalistas decorrem na segunda semana de cada mês (de segunda a domingo) e neste mês de Setembro serei uma das embaixadoras juntamente com a Eunice da Maria Granel, a Inês Santos Alves e da Sofia do Meu Doce Limão.

7 dias minimalistas embaixadoras

Para este mês de Setembro a Cláudia desafiou-nos a:

Dia 1 – Desligar as notificações do telemóvel

Eu já tenho as minhas desligadas faz vários meses, como tal decidi desligar os dados móveis, ou seja, quando estou fora de casa não terei tentações para “espreitar” alguma coisa que nada acrescenta ao meu dia, mantendo-me focada no que estou a fazer.

Experimenta desligar as notificações e verás que os dias “têm mais tempo”.

Dia 2 – Passar tempo sozinha

Este será o dia mais difícil para mim. Porquê? porque estou em casa com as minhas 3 filhas, que ainda se encontram de férias escolares. Vamos ver como irá correr.

É importantíssimo termos tempo para nós, para ler, descansar, ver o pôr do sol, beber uma cerveja na esplanada, ver um filme ou simplesmente não fazer nada. Simplesmente porque merecemos nos desligar da correria do dia a dia e passarmos tempo connosco.

Dia 3 – Dormir pelo menos 8 horas

Para mim dormir é essencial, por isso 8 horas é o que tento sempre dormir, mas nem sempre o consigo, ou porque não adormeço logo, ou porque o meu sono é interrompido.

Para quem se levanta cedo, ir para a cama cedo é o primeiro passo para descansar a cabeça e o corpo, deixar de lado a televisão ou o telemóvel é um hábito que se vai adquirindo. Eu pessoalmente vejo pouca televisão e cada vez mais me vou desligando das redes sociais, por isso, depois de tudo organizado para o dia seguinte nada como conversar, ler e dormir.

Dia 4 – Ouve a tua música preferida e dança

Este dia será fácil. Basta descomprimir, escolher a música que nos toca e aproveitar o momento.

Depois será tudo melhor 😉

Dia 5 – Sorrir para todos os que se cruzam contigo

Para quem vive numa aldeia, como eu, sorrir e cumprimentar com um bom dia ou uma boa tarde é algo natural. Só tenho pena que não seja algo generalizado e que se tenha perdido este bom hábito nas cidades.

Este é um bom dia para perder a vergonha e dizer um enorme Bom Dia, com um enorme sorriso a quem se cruze consigo.

Dia 6 – Destralha o teu roupeiro

Esta será uma tarefa difícil. Não que seja agarrada à roupa que tenho, mas porque já destravei muito e neste momento tenho um roupeiro com a roupa essencial. Não sou pessoa de me perder em lojas de roupa, aliás, sou pessoa que passa meses sem comprar uma peça de roupa (seja para mim ou para alguém cá em casa), estamos habituados a comprar só quando é mesmo necessário ou quando uma peça de roupa ou calçado se estraga. Mas com jeitinho vou encontrar peças que já não uso ou não me fazem sentido.

Experimente se soltar do que já não lhe trás alegrias, que não veste porque já não se gosta de ver, não lhe serve ou simplesmente não lhe apetece vestir. Verá que ter menos roupa no roupeiro é ter mais tempo para si.

Dia 7 – Passar 24h offline

Este será o dia mais esperado por todos. Mas na realidade cada vez mais me tenho desligado do telemóvel e das redes sociais e já passei 24h sem rede ou internet e o dia foi passado com muita tranquilidade, aproveitando cada minuto sem distrações. Por isso, domingo será um dia para aproveitar

Pode parecer difícil, mas na realidade não é, e quando perceber as vantagens de não passar o dia a olhar para um pequeno visor com luz, irá perceber que o tempo até não é assim tão curto e que um dia tem mesmo 24 horas para fazermos tantas e tantas coisas.

Quem mais se junta a nós?

Podem começar a fazer estes 7 Dias Minimalistas a qualquer dia do mês, por isso não têm desculpa.

Pode também gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *